Notícias » Estados Unidos

Por engano, mulher leva brownie feito de maconha para lar de idosos

O caso aconteceu nos Estados Unidos e se tornou alvo de investigação; entenda

Penélope Coelho Publicado em 18/01/2022, às 10h29

Imagem meramente ilustrativa de brownie
Imagem meramente ilustrativa de brownie - Divulgação/Pixabay/silviarita

Recentemente, um caso que ocorreu na Dakota do Sul, Estados Unidos, chamou a atenção. Trata-se da história de Irene Koranda, de 73 anos de idade. A mulher decidiu compartilhar um brownie feito pelo filho, com seus colegas de um centro de idosos.

No entanto, não demorou muito para que os idosos se sentissem estranhos durante um jogo de cartas. Eles achavam que teriam sido 'envenenados' e a polícia passou a investigar o caso.

De acordo com informações publicadas na noite da última segunda-feira, 17, pelo jornal O Globo, Michael Koranda, de 46 anos, fez o doce com manteiga feita a base de maconha.

Segundo revelado na reportagem, o filho de Irene revelou que comprou a substância legalmente no Colorado, onde é permitido. Entretanto, a liberação não vale no estado da Dakota do Sul.

Após o caso no lar de idosos, o homem foi preso. Mas, foi liberado depois de pagar fiança. A sr. Koranda, por sua vez, não sofreu acusação já que levou o brownie por engano.