Notícias » Rússia

Por que blindado russo que invadiu a Ucrânia carregava bandeira soviética?

Imagem foi distribuída por governo russo

Fabio Previdelli Publicado em 10/03/2022, às 11h52

Blindado russo com bandeira soviética
Blindado russo com bandeira soviética - Divulgação

Duas semanas após invadir a Ucrânia, a Rússia segue sua “operação militar especial” no país vizinho, conforme o próprio presidente Vladimir Putin classificou o episódio que começou no último dia 24 de fevereiro.

Entretanto, após 14 dias da invasão, uma imagem distribuída pela Rússia passou a chamar a atenção. Nela, um blindado carrega a bandeira da extinta União Soviética. Uma provocação clara feita pelos russos. 

Segundo explica matéria publicada pela Folha de S. Paulo, o símbolo foi mostrado como uma forma de reforçar a forma como Putin trata a invasão à nação vizinha. Afinal, certa vez, o mandatário chegou a dizer que um dos objetivos de sua “operação especial” era desnazificar a Ucrânia. 

A ‘justificativa’ fez o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, que é judeu, se pronunciar sobre o assunto, conforme noticiou a equipe do site do Aventuras na História, dizendo que as acusações são falsas.

"Estão dizendo a vocês que somos nazistas. Como pode uma nação que deu 8 milhões de vidas para combater o nazismo apoiá-lo? Como posso ser nazista? Conte ao meu avô sobre isso”, explicou o presidente.

Ele esteve, durante toda a guerra, na infantaria do exército soviético e morreu como coronel na Ucrânia independente."

“Estão dizendo a vocês que odiamos a cultura russa? Como alguém pode odiar a cultura? Alguma cultura? Os vizinhos sempre se enriquecem culturalmente, mas isso não os torna um, não nos dissolve em vocês”, explicou Volodymyr. "Nós somos diferentes. Mas não é motivo para sermos inimigos."