Notícias » Crimes

Por suspeita de matar o próprio filho de 3 anos, mulher é presa preventivamente em SP

Ao chegar na casa da vítima, equipe de resgate encontrou Andréia, mãe do menino, em posição fetal embaixo do chuveiro

Fabio Previdelli Publicado em 12/05/2021, às 11h28

O menino Gael de apenas 3 anos
O menino Gael de apenas 3 anos - Divulgação/ Arquivo Pessoal

Na tarde da última segunda feira, 10, uma mulher de 37 anos, identificada apenas com Andréia, foi presa em flagrante por homicídio qualificado, como explica matéria do UOL. Ela é suspeita de matar seu filho, Gael, de apenas 3 anos de idade. O caso aconteceu no bairro da Bela Vista, região central da cidade de São Paulo. 

Quando a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou no local, o garoto foi encontrado em estado de parada cardiorrespiratória e foi levado às pressas para a Santa Casa de São Paulo, onde foi constatado o óbito.  

A Secretaria de Segurança Pública informou que Andréia foi encontrada em posição fetal embaixo do chuveiro, ela estava em estado de choque. A mulher foi imediatamente levada até o Hospital do Mandaqui, na zona norte da cidade. Depois de receber alta, foi encaminhada até à 1ª Delegacia de Defesa da Mulher. 

Após ser ouvida pelos policiais, Andréia foi indiciada e transferida até a carceragem do 89º Distrito Policial. A Justiça decretou sua prisão preventiva. Exames periciais ainda estão sendo feitos para determinar as circunstâncias da morte de Gael. 

Agora, a Secretaria da Administração Penitenciária informou que Andréia está no Centro de Detenção Provisória Feminino de Franco da Rocha, onde está em uma sela separada cumprindo quarentena — não só pela prevenção contra a Covid-19 como também pelo processo rotineiro de inclusão de quando uma pessoa entra no sistema prisional do Estado, segundo o UOL.