Notícias » Ciência

Post de estudante no Instagram leva à descoberta de nova espécie de cobra do Himalaia

Cobra preta e branca de língua bifurcada foi descrita recentemente na revista Evolutionary Systematics

Isabela Barreiros Publicado em 25/11/2021, às 10h18

Cobra do Himalaia fotografada por estudante
Cobra do Himalaia fotografada por estudante - Divulgação/Instagram/@himalayan_xplorer

Durante o isolamento social imposto pela pandemia de covid-19, o estudante Virendar Bhardwaj começou a explorar o quintal de sua casa e a fotografar os animais que observava, na cidade de Chamba, na Índia.

Um desses registros, que ele publicou em seu perfil no Instagram em junho de 2020, chegou ao herpetologista Zeeshan A. Mirza, que não reconheceu a espécie de uma pequena cobra preta e branca com língua bifurcada.

 

Tratava-se de uma espécie de cobra do Himalaia ainda não identificada pela Ciência. O animal foi estudado por pesquisadores e descrito pela primeira vez em um artigo publicado no periódico Evolutionary Systematics no início de novembro.

Os estudos foram feitos por Mirza, que faz do Centro Nacional de Ciências Biológicas da Índia, e sua equipe, que confirmaram que se tratava de uma espécie nunca antes identificada.

A cobra foi batizada de Oligodon churahensis, em homenagem ao local onde ela foi descoberta, o Churah Valley.

"A descoberta de novas espécies não é surpreendente, pois o Himalaia Ocidental tem sido pouco explorado em termos de sua diversidade herpetofaunal”, afirmaram os cientistas no artigo, segundo a revista Galileu.

Nova espécie de cobra do Himalaia / Crédito: Divulgação/Virender Bhardwaj

 

Eles ressaltam que a expectativa é que a recente descoberta leve a uma maior exploração da área. O incentivo pela ciência é destinado tanto aos moradores da região quanto à comunidade científica.

"Ultimamente, as pessoas querem viajar para pontos remotos da biodiversidade para encontrar espécies novas ou raras, mas se olharmos para seu próprio quintal, pode-se acabar encontrando uma nova espécie ali mesmo”, disse Mirza.

“É bastante interessante notar como uma imagem do Instagram levou à descoberta de uma cobra tão bonita que era desconhecida do mundo", completou o pesquisador à agência de notícias Mongabay.