Notícias » Mundo

Preço do trigo atinge recorde histórico com alta de 46,25% desde início da guerra

A alta deverá impactar nos preços de derivados do grão nos supermercados

Redação Publicado em 08/03/2022, às 14h14

Pessoa segura grãos de trigo
Pessoa segura grãos de trigo - Getty Images

O preço do bushel de trigo atingiu recorde histórico na Bolsa de Chicago (EUA), na última segunda-feira, 7, chegando a US$ 12,94, em razão da guerra entre a Rússia e a Ucrânia. Ambos os países são grandes produtores do grão.

Trata-se de um aumento de 46,25% do preço desde que o conflito teve início, conforme apontou o jornal Estadão. O maior valor anteriormente registrado foi de US$ 12,83, em março de 2008.

Aqui no Brasil, no interior do Rio Grande do Sul, a tonelada do grão atingiu R$ 1.960, o que significa alta de 26% em apenas uma semana, conforme informou a consultoria Safras & Mercado.

De acordo com o jornal, a Apas (Associação Paulista de Supermercados) já recebeu relatos de donos de supermercados de que os preços da farinha já teriam aumentado 15% na última semana e que novos reajustes ainda deveriam ser feitos. A associação também destacou que o óleo de soja, que tem o preço influenciado pelo trigo, já apresentou aumento de 20% em uma semana.

"É um sinal de alerta", declarou Rodrigo Marinheiro, executivo de relações institucionais da Apas à fonte. Segundo ele, esse aumento de preços deverá aparecer no indicador de inflação dos supermercados neste mês, com reflexos nos preços de derivados, como massas, biscoitos e até mesmo outros óleos, como o de milho e o de girassol.