Notícias » Política

Prefeito eleito de Goiânia internado em UTI obtém autorização para posse virtual

Maguito Vilela, de 71 anos, se encontra internado há dois meses no hospital Albert Einstein, em São Paulo, devido complicações da Covid-19

Giovanna Gomes Publicado em 30/12/2020, às 11h25

O prefeito eleito foi internado há dois meses
O prefeito eleito foi internado há dois meses - Divulgação/Facebook

Maguito Vilela, eleito prefeito de Goiânia, deverá tomar posse do cargo de dentro da UTI do hospital Albert Einstein, em São Paulo. O político foi internado com a covid-19 e, devido a complicações, se encontra no local há dois meses. Ele teve 75% dos pulmões comprometidos, além de outros problemas.

A medida que permite a posse virtual foi aprovada nesta terça-feira, 29, pela Câmara Municipal de Goiânia. Para tal, basta que o eleito apresente um atestado médico. Antes, a comissão de transição considerava que o vice-prefeito, Rogério Cruz, assumisse o mandato até que Vilela estivesse apto para atuar. 

De acordo com a Folha, Maguito contraiu a doença ainda durante o primeiro turno das eleições. Desde então, foi sedado e mantido inconsciente até o fim do período eleitoral. Ele soube pela equipe médica, no dia 29 de novembro, que havia vencido a disputa e que era o novo prefeito de Goiânia.

O filho de Maguito, Daniel Vilela, que é presidente da comissão de transição, declarou que apenas na próxima quinta-feira, 31, será decidida a forma da cerimônia. Ele considera a posse virtual uma boa alternativa, mas ainda estuda outras possibilidades.