Notícias » Tailândia

Presa por tráfico: Brasileira deverá pedir perdão à rei tailandês

Mary Helen foi detida em fevereiro com grupo que levou 15,5 quilos de cocaína aos país asiático

Fabio Previdelli Publicado em 14/05/2022, às 08h45

A brasileira Mary Helen Coelho Silva
A brasileira Mary Helen Coelho Silva - Divulgação/ Arquivo Pessoal

Em fevereiro deste ano, a mineira Mary Helen Coelho Silva, de 21 anos, foi uma das pessoas presas na Tailândia por tráfico internacional de drogas. Ao todo, o grupo foi detido com 15,5 quilos de cocaína, em uma carga avaliada em mais de R$ 7 milhões. Como pena, ela foi condenada a 9 anos e meio de prisão

Entretanto, a defesa de Mary Helen já traçou sua estratégia para que a mineira não cumpra todo o período presa no país. Segundo relatado pelo UOL, a advogada Kaelly Cavoli Moreira estuda entrar com um pedido de perdão ao monarca Maha Vajiralongkorn.

Em 28 de julho, o rei da Tailândia completará 70 anos. Como de costume, na celebração de seu aniversário, ele deverá conceder a absolvição para detentos que cometerem os mais diversos crimes. 

Nós ainda estamos aguardando receber a sentença do Consulado [da Tailândia] porque depende disso para analisarmos a condenação e formularmos um pedido", explica a advogada ao UOL. 

Precedentes

De acordo com Moreira, o pedido não será inédito, visto que outros casos semelhantes já ocorreram no país. Essas situações serão analisadas pela equipe de defesa para tentar a soltura da mineira. 

Um segundo passo seria pedir a extradição de Mary Hellen, para que ela cumpra a pena em seu país de origem, no caso o Brasil. "Mas esta possibilidade ficará posterior ao pedido [de perdão real]. Vamos fazer todos os pedidos pertinentes nos momentos adequados", encerra Cavoli.