Notícias » Espanha

Presidente do Governo da Espanha afirma que Juan Carlos I deverá manter o título real até o final da vida

Pedro Sánchez respondeu a um senador que questionou a validade da designação vitalícia do ex-monarca

Alana Sousa Publicado em 13/01/2021, às 11h40 - Atualizado às 18h38

O ex-rei espanhol Juan Carlos
O ex-rei espanhol Juan Carlos - Divulgação/Estonian Foreign Ministry

Na última terça-feira, 12, o governo espanhol anunciou que o rei Juan Carlos I deverá manter o título real até o fim de sua vida. Pedro Sánchez, presidente do Governo do país, explicou que o monarca manterá o tratamento mesmo após ter abdicado do poder, em 2014. A informação foi divulgada pelo portal UOL.

O assunto veio à tona quando um político questionou o atual governante sobre a decisão de “revogar este título honorífico vitalício”, ao que Sánchez respondeu e encerrou a questão. Atualmente, quem está no trono é o filho de Juan, Felipe VI, de 39 anos.

Carles Mulet, senador do partido Compromís, levantou o debate depois das acusações de corrupção contra o rei emérito, que hoje está com 83 anos. Em um episódio polêmico, Juan Carlos I foi denunciado por manter uma fortuna oculta no exterior e fazer parte de acordos ilegais.

Com a denúncia, o homem deixou a Espanha e seu paradeiro permaneceu desconhecido até a imprensa divulgar que ele estaria na República Dominicana; agora, o ex-rei vive em Abu Dabhi.