Notícias » Brasil

Presidente do Brasil diz que não vai se vacinar contra Coronavírus

Jair Bolsonaro fez a declaração através de uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, afirma jornal

Giovanna de Matteo Publicado em 28/11/2020, às 11h00

Foto do presidente Jair Bolsonaro
Foto do presidente Jair Bolsonaro - Wikimedia Commons

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou na noite da última quinta-feira, 26, que não irá tomar a vacina contra o coronavírus que deve começar a ser disponibilizada no país já no começo de 2021.

Segundo informações do Al Jazeera, a declaração foi feita através de uma transmissão ao vivo nas redes sociais do líder brasileiro. Durante a sua live, ele também alegou que dificilmente o Congresso brasileiro irá exigir a obrigação da vacina para os cidadãos brasileiros. “Estou lhe dizendo, não vou aceitar. É meu direito”, constatou.

Em outubro, o político também postou em seu perfil do Twitter que a vacinação seria exigida "apenas para seu cachorro". Desde o começo da pandemia, Bolsonaro vêm fazendo diversas declarações ceticistas a respeito do coronavírus.

Até agora, o Brasil ocupa o segundo lugar em número de mortes por coronavírus no mundo. Além disso, o presidente foi vítima de contaminação por Covid-19 em julho deste ano. 

Sobre coronavírus no Brasil

Uma pesquisa divulgada em 18 de novembro por Domingos Alves, responsável pelo Laboratório de Inteligência em Saúde (LIS) da Faculdade de Medicina da USP, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, apontou que os dados epidemiológicos da covid-19 no Brasil apontam que o acréscimo de casos em outubro e novembro indicam que o país passa por uma segunda onda de contaminação.

Na ocasião, o pesquisador explicou que o acréscimo será "mais parecida com a dos EUA do que com a da Europa, porque a Europa conseguiu controlar de verdade a transmissão, que voltou com força depois do verão, quando as pessoas foram viajar e trouxeram novas cepas do vírus para casa".