Notícias » México

Presidente do México busca alternativas para recuperar artefatos pré-hispânicos

Segundo Andrés Manuel López Obrador, a exibição desses artefatos por museus na Europa faz parte de uma “política colonialista”

Fabio Previdelli Publicado em 27/10/2020, às 10h32

Foto do presidente Andrés Manuel López Obrador
Foto do presidente Andrés Manuel López Obrador - Wikimedia Commons

Durante uma coletiva de imprensa matinal ontem, 26, o presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador disse que cogita fazer um pedido à Organização das Nações Unidas (ONU) para conseguir ajuda na devolução de artefatos pré-hispânicos que são mantidos em museus estrangeiros.  

"Estou cogitando seriamente apresentar uma iniciativa nas Nações Unidas pela devolução destas peças de herança a seus vilarejos originais", declarou López Obrador, que emendou que a exibição dos artefatos em museus europeus faz parte de uma “política colonialista”. 

Reforçando o pedido, André Manuel solicitou que os museus e instituições europeias enviem esses artefatos pré-hispânicos para que o país consiga exibir durante um evento que marcará os 500 anos da queda do império asteca diante da Espanha. A data será celebrada ano que vem.  

Entretanto, até agora, algumas dessas instituições não liberaram esses artefatos, muito pelo contrário, elas se mostram receosas com a ideia devido à preocupação com possíveis danos no transporte desses objetos ou no simples fato da devolução em si.