Notícias » África

Primeira-dama de Lesoto é acusada pelo assassinato de ex-esposa do primeiro-ministro do país

Maesaiah Thabane compareceu aos tribunais sobre o caso e está sendo mantida sob custódia depois da denúncia

Isabela Barreiros Publicado em 05/02/2020, às 14h31

Maesaiah e Tom Thabane
Maesaiah e Tom Thabane - Divulgação

No pequeno país africano de Lesoto, um caso de assassinato envolvendo a primeira-dama e o próprio primeiro-ministro do país chamou a atenção. Maesaiah Thabane, que se casou com Tom Thabane apenas três meses depois da morte de sua ex-esposa, Lipolelo Thabane, está sendo acusada de ter mandado matar a mulher com a qual seu atual marido teve um relacionamento.

Maesaiah compareceu a um tribunal sobre o caso nesta manhã, 5, e está sendo mantida sob custódia durante o julgamento. O primeiro-ministro alegou no dia 16 de janeiro que tinha a intenção de renunciar ao seu cargo, mas não especificou nenhuma data nem mencionou o crime do qual é acusado junto de sua esposa.

O crime aconteceu em 2017, mas, na época, homens armados desconhecidos foram considerados os responsáveis pela ocorrência. No entanto, com a reabertura do caso, por meio de novas evidências, a esposa do governante do país passou a ser a principal suspeita de ter orquestrado a morte da ex-mulher de seu marido.

A primeira-dama desapareceu depois que as alegações levantaram seu nome como suspeita. Ela foi “apanhada” na fronteira com a África do Sul ontem, 4. Lipolelo foi assassinada à tiros próxima a sua casa na capital do país, Maseru. Naquela época, Tom tinha acabado de ser eleito e os dois estavam passando pelo processo de divórcio litigioso.