Notícias » Arqueologia

Primeira evidência de detalhe importante sobre colônia romana na Bulgária é encontrada, afirmam arqueólogos

Uma inscrição em grego foi localizada em Deultum, nas margens do rio Sredetska, provando uma tese crucial para os pesquisadores

Alana Sousa Publicado em 28/05/2020, às 07h00

Restos da colônia romana na Bulgária
Restos da colônia romana na Bulgária - Divulgação

Uma importante descoberta foi feita na Bulgária. Trata-se da primeira evidência de que a colônia romana de Deultum, de fato, tinha um porto. O estudo foi realizado pelos Arqueólogos da Reserva Arqueológica Nacional Deultum-Debelt e publicado na revista BNR Radio Bulgaria.

A antiga cidade romana de Deultum era localizada nas margens do rio Sredetska, e, segundo os pesquisadores contava com um sistema de esgoto e banhos. A evidência que prova essa tese é uma inscrição feita em grego em um sarcófago de calcário, que remonta aos séculos 2 ou 3 d.C..

De acordo com os pesquisadores, liderados por Lyudmil Vagalinski, da Academia de Ciências da Bulgária, a colônia tinha importância estratégica e respondia diretamente ao governante vigente. Além disso, a cidade alcançou seu ague entre o século 1 e início do século 3.

Próximo à vila moderna de Debelt, Deultum foi fundada no século 7 a.C, primeiramente serviu como local de comércio entre gregos e trácios, até ser conquistada pelo Império Romano e oficialmente se tornar parte da província de Trácia.