Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Hungria

Primeiro-ministro da Hungria contesta acusações de racismo

Viktor Orban afirmou que foi mal interpretado após condenar a mistura entre europeus e não europeus. Entenda!

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/07/2022, às 15h32

Fotografia do premiê húngaro - Getty Images
Fotografia do premiê húngaro - Getty Images

Um discurso realizado no último final de semana por Viktor Orban, primeiro-ministro da Hungria, atraiu uma chuva de críticas por ser considerado de teor racista. Nesta quinta-feira, 28, todavia, o político procurou esclarecer a situação. 

Às vezes acontece de eu falar de uma maneira que pode ser mal interpretada, mas pedi ao chanceler para colocar a declaração em um contexto cultural. Na Hungria, essas expressões e frases representam um ponto de vista cultural e civilizado", afirmou, segundo divulgado pela AFP. 

O que aconteceu

O premiê, que é conhecido por expressar posicionamentos nacionalistas e contrários à imigração, fez declarações recentes em que condenava a mistura de povos europeus e não europeus dentro de um mesmo país.

Segundo o discurso de Orban, essa situação faria com que o país não pudesse mais ser considerado uma "nação", e sim um "conglomerado de povos". "Não queremos ser uma raça mista", disse ele na ocasião, ainda de acordo com a agência de notícias. 

É relevante mencionar que suas falas ocorreram durante um evento para uma comunidade húngara localizada na Romênia. 

O episódio acabou gerando a renúncia de uma assessora do primeiro-ministro. Zsuzsa Hegedus, que possui origem judia, sendo filha de dois sobreviventes do Holocausto, descreveu as declarações de Orban como "um puro texto nazista digno de Goebbels", fazendo referência ao Ministro da Propaganda durante a Alemanha de Hitler


+O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir!