Notícias » Saúde

Primeiros casos de gripe aviária H5N8 em humanos são detectados por governo russo

Sete trabalhadores foram identificados como portadores da cepa de gripe aviária — sendo os primeiros casos em humanos registrado no mundo

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 20/02/2021, às 11h02

Imagem ilustrativa de granja destruída após disseminação de vírus H5
Imagem ilustrativa de granja destruída após disseminação de vírus H5 - Wikimedia Commons

O governo da Rússia confirmou na manhã deste sábado, 20, que sete trabalhadores foram identificados como portadores da cepa de gripe aviária H5N8, sendo os primeiros casos em humanos registrado no mundo.

A notícia, divulgada pela agência Bloomberg, reiterou que os trabalhadores estão sob cuidados médicos e que vírus ainda não está sendo disseminado entre pessoas. As vítimas da infecção são funcionários de uma fazenda de criação de aves no sul do país.

Anna Popova, chefe da Rospotrebnadzor, órgão responsável pela proteção de direitos do consumidor e bem-estar dos cidadãos no país, afirmou que o “tempo irá dizer se futuras mutações poderão transpor essa barreira” e, por isso, a internação no momento da descoberta possibilita o auxílio científico.

Todos estão com sintomas leves e se recuperam bem. De acordo com a OMS, esse tipo de infecção (H5) é extremamente rara e geralmente atingem pessoas que foram expostas a aves infectadas e mortas.