Notícias » Paleontologia

Primeiros na América do Sul: fósseis pré-cambrianos são encontrados em MG

Os fósseis de mais de 500 milhões de anos são da época em que surgiram os primeiros organismos complexos

Giovanna Gomes, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 29/06/2021, às 07h07

Fóssil pré-cambriano encontrado em MG
Fóssil pré-cambriano encontrado em MG - Divulgação/Serviço Geológico do Brasil

Pela primeira vez, fósseis relacionados à Biota da Ediacara foram encontrados na América do Sul e, conforme informações da revista Galileu, foi aqui no Brasil, no estado de Minas Gerais. Segundo o pesquisador Marcos Baptista, que trabalha para o Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM), os fósseis possuem mais de 500 milhões de anos.

Eles apresentam o formato de "impressões" em rochas calcárias e, muito provavelmente, pertencem a organismos parecidos com os da Biota de Ediacara, um ecossistema descoberto na Autrália em 1940.

Conforme a reportagem, os achados datam do período em que surgiram os primeiros organismos macroscópicos complexos em nosso planeta e também os primeiros com simetria bilateral, ou seja, com metades simétricas. A pesquisa é detalhada por Baptista em sua tese de doutorado, defendida na Universidade de Brasíia (UnB).

Para o especialista ainda não é possível dizer se as espécies eram ou não animais móveis, mas a possibilidade não pode ser descartada. "A presença destes fósseis fornecerá informações a respeito da idade destas rochas e do paleoambiente onde foram geradas. Os fósseis agregam informações sobre as sequências geológicas nas quais os recursos minerais podem ser encontrados", diz Marcos Baptista

A pesquisa faz parte do projeto do SGB-CPRM de Estudos Geotectônicos e Geodinâmicos da Bacia do São Francisco, Neoproterozóico do Cráton do São Francisco, o qual tem como objetivo contribuir para o entendimento da evolução da bacia a partir da análise de fósseis da região.

Confira aqui o estudo completo.