Notícias » Personagem

Prince tentou resgatar Amy Winehouse do marido, diz amigo da cantora

O incidente foi mencionado no livro "My Amy: The Life We Shared"

Redação Publicado em 05/05/2022, às 19h02

Amy Winehouse e Prince
Amy Winehouse e Prince - Getty Images

Conforme afirmou um amigo da cantora Amy Winehouse em seu livro "My Amy: The Life We Shared", o cantor Princeteria se oferecido para ajudá-la a escapar de seu marido, Blake Fielder-Civil.

Segundo Tyler James, começou quando o companheiro da artista "roubou" dinheiro do camarim de Prince. O músico havia convidado Amy para um dueto da música "Love is a Losing Game", na Arena de Londres. Após tocarem para uma multidão, ambos se dirigiram ao camarim do astro, onde a cantora disse que Fielder-Civil se juntaria a eles.

"E agora com Blake lá, toda a atmosfera mudou", escreveu James. "Blake estava paranoico, com coceira, indo ao banheiro de Prince para usar drogas. Havia dinheiro no camarim sobre a mesa de maquiagem e ninguém estava prestando atenção nisso."

Depois do show, James, que estava em um carro com o casal, teria presenciado uma confissão. "Blake fez uma piada sobre pegar o dinheiro do camarim. Foram centenas de libras. Ele havia roubado o dinheiro de Prince. Fiquei mortificado", disse o autor do livro.

"Amy ignorou isso. Eu sabia que ela sabia que era errado, mas na frente dele, ela riu sobre isso, porque se sentiu estranha... Acabou que Blake roubou algumas escovas de cabelo de Prince também".

Pedido de desculpas

No dia seguinte, a cantora ligou para Prince para pedir desculpas e avisou que devolveria o dinheiro. Ele, no entanto, teria respondido não se importar com dinheiro. Segundo James, o cantor teria ficado preocupado, uma vez que ligou várias vezes depois "perguntando se havia algo que ele pudesse fazer para afastá-la de Blake", chegando até mesmo a oferecer um avião para levá-la embora.

O casamento dos dois terminou no ano de 2009, após uma série de momentos conturbados. Conforme informações do UOL, a união foi marcada por diversas brigas, violência física e pelo uso de drogas.