Notícias » Crimes

Príncipe Andrew, filho de Elizabeth II, é acusado de participação no escândalo sexual de Jeffrey Epstein

Após o suicídio do bilionário pedófilo, diversas vítimas foram ouvidas sobre os casos de abuso, o que revelou a nova informação chocante sobre o membro da Família Real

André Nogueira Publicado em 28/08/2019, às 13h00

None
Reprodução

Virginia Roberts, uma das vítimas de Jeffrey Epstein, acusou o príncipe Andrew, da Inglaterra, de ter participação direta no circuito de exploração sexual do empresário, que se matou na prisão neste mês.

Virginia declarou que a realeza "sabe exatamente o que fez" e seu advogado, Brad Edwards, disse que várias vezes o príncipe foi convocado para "responder a perguntas reais".

Virginia / Crédito: Reprodução

 

Roberts, que agora usa o sobrenome Giuffre, alega que ela dormiu com o Duque de York três vezes – o que é negado pelo nobre. Andrew declara que nunca soube dos crimes sexuais de Epstein.

“Qualquer um pode negar as coisas em uma declaração impressa. É uma coisa diferente para vir aqui, responder a perguntas sob juramento, sujeito a interrogatório”, delatou David Boies, outro advogado de Virginia.

Virginia e Andrew em 2001 / Crédito: Reprodução

 

Recentemente, Andrew declarou que condena as práticas de Esptein, com quem já foi visto em Nova York. "É evidente para mim desde o suicídio do Sr. Epstein que tem havido uma imensa quantidade de especulação na mídia sobre muita coisa em sua vida”, também afirmou. "Portanto, estou ansioso para esclarecer os fatos e evitar novas especulações."