Notícias » Inglaterra

Príncipe Andrew é pressionado para colaborar com informações no caso Jeffrey Epstein

De acordo com uma fonte próxima ao príncipe, o filho da Rainha Elizabeth II diz estar perplexo com os apelos de ajuda

Penélope Coelho Publicado em 03/07/2020, às 10h25

Príncipe Andrew
Príncipe Andrew - Getty Images

Segundo informações da agência de notícias AFP, a pressão para que o terceiro filho de Elizabeth II colabore com as investigações do caso Jeffrey Epstein, aumentou desde que a ex-namorada de Epstein, Ghislaine Maxwell, foi presa após ser acusada de tráfico de menores.

Depois da prisão de Maxwell, na última quinta-feira, 2, a promotora de Nova York, Audrey Strauss, afirmou que gostaria de poder interrogar o duque de York: "Adoraríamos que o príncipe Andrew viesse conversar conosco. Gostaríamos de contar com seu testemunho.”.

Contudo, de acordo com uma fonte próxima ao príncipe e amigo do falecido Epstein, o duque parece estar ‘perplexo’ com o pedido. Os advogados de Andrew afirmaram que o homem já se propôs a testemunhar anteriormente.

"A equipe do duque está perplexa, levando-se em conta que nos comunicamos duas vezes com o Departamento de Justiça no mês passado e, até hoje, não tivemos qualquer resposta", afirmou uma fonte próxima ao filho de Elizabeth II, em entrevista para a agência Press Association.

Afastado de seus compromissos reais desde 2019, o nobre foi acusado de manter relações sexuais com Virginia Roberts, sem o consentimento da menina — que afirmou ter 17 anos na época. Em resposta, o príncipe sempre negou todas as acusações.