Notícias » Personagem

Príncipe Charles já irritou Putin ao compará-lo com Hitler: 'Inaceitável'

Comentário feito em 2014 fez com que Vladimir Putin, atual presidente da Rússia, se manifestasse

Redação Publicado em 26/02/2022, às 08h00 - Atualizado em 16/04/2022, às 08h00

Príncipe Charles (à esqu.), Putin (centro) e Hitler (à dir.)
Príncipe Charles (à esqu.), Putin (centro) e Hitler (à dir.) - Getty Images

Quando falamos sobre comentário polêmicos feitos por membros da família real britânica, Philip, falecido marido da rainha da Inglaterra, se destaca. Contudo, em 2014, outro membro fez um comentário entre jornalistas que repercutiu na mídia e incomodou Vladimir Putin, atual presidente da Rússia. 

Naquele ano, o Daily Mail noticiou que durante uma visita ao Canadá, o ex-marido de Lady Di acabou comparando as ações de Putin com o que foi feito com Adolf Hitler, ditador nazista que comandou o Terceiro Reich durante a Segunda Guerra.

Wikimedia Commons / Bundesarchiv

'Fazendo o mesmo que Hitler'

O comentário foi feito pelo príncipe para Marienne Ferguson enquanto estava no Museu Canadense da Imigração, em Halifax, Nova Escócia.

Ela foi vítima dos nazistas aos 13 anos. Apesar de ter fugido, vivenciou a perda de sua família durante o Holocausto, como repercutiu o g1 em maio de 2014.

"Falei com ele sobre meus antecedentes familiares e sobre como cheguei ao Canadá", disse Marienne ao Daily Mail. "O príncipe depois disse: 'e agora Putin está fazendo quase o mesmo que Hitler'", afirmou ela.

Na época, ela disse concordar com o que foi falado pelo filho de Elizabeth II, além de demonstrar surpresa com a fala de Charles, afinal, os membros da família real seguem protocolos e quase nunca soltam comentários do tipo.

Príncipe Charles /Crédito: Getty Images

"Devo dizer que concordo com ele e estou certa de que muita gente também concorda (...) Fiquei muito surpresa com o fato de ele fazer este comentário, porque eles (a família real) não costumam dizer essas coisas, mas foi muito sincero e honesto", afirmou ela em 2014.

Após a polêmica, a Clarence House, que representa o pai de William e Harry, decidiu não comentar o assunto. "Não comentamos conversas particulares", disseram em nota. "Mas gostaríamos de deixar claro que o Príncipe de Gales não tentaria fazer declarações políticas públicas durante uma conversa particular".

Marienne Ferguson, todavia, manteve o que foi dito pelo príncipe de Gales à BBC. "Fez o comentário de que Putin está fazendo as mesmas coisas que Hitler fazia", disse ela. "Foi apenas um pequeno comentário, não pensei que ia causar esse alvoroço".

Putin se manifesta

Após a polêmica ter tomado as manchetes, Putin se manifestou. De acordo com a Reuters na época do episódio, o presidente da Rússia classificou o comentário de Charles como 'inaceitável'. 

Apesar de ter afirmado que não escutou o que foi dito pelo filho da monarca, Putin mandou um recado não só para Charles, mas também para David Cameron, ex-premiê britânico.

"Se você está com raiva, significa que você está errado", disse Putin à jornalistas na época. "Eu não ouvi esse comentário. Se (isso foi dito), então é inaceitável. Eu acho que ele mesmo se dá conta disso. Ele é uma pessoa bem-educada. Conheço ele e outros membros da família real pessoalmente. Esse não é um comportamento real. Mas eu tenho me acostumado com todo tipo de coisa ao longo dos anos."