Notícias » Família Real Britânica

Príncipe Harry entrou em contato com CEO do Twitter antes da invasão ao Capitólio

Em 6 de janeiro, convocados por Donald Trump, apoiadores se organizaram em protesto que deixou vítimas fatais

Penélope Coelho Publicado em 10/11/2021, às 09h42

Príncipe Harry em 2020
Príncipe Harry em 2020 - Getty Images

Durante discurso realizado no evento ‘RE: WIRED Conference’ — fórum que discute tecnologia — o príncipe Harryfalou a respeito das redes sociais, sobre desinformação e ódio nas plataformas.

Na ocasião, o príncipe informou que teria alertado o empresário e CEO do Twitter, Jack Dorsey, a respeito de um movimento político nos Estados Unidos, com apoiadores de Donald Trump, antes da invasão ao Capitólio, em 6 janeiro deste ano.

De acordo com informações publicadas na última terça-feira, 9, pela BBC, o duque de Sussex informou que um dia antes confusão —  que deixou cinco pessoas mortas — enviou uma mensagem para Dorsey.

Eu o avisei que sua plataforma estava permitindo que um golpe fosse encenado” revelou o príncipe Harry. "Esse e-mail foi enviado no dia anterior”.

De acordo com o filho do príncipe Charles e de Lady Di, Jack nunca deu uma resposta sobre o ocorrido. Após a declaração de Harry, o CEO do Twitter também não se manifestou publicamente.


++ Pensando na matéria que você acabou de ler, confira um vídeo sobre a rainha Elizabeth II