Notícias » Inglaterra

Prisão inusitada: traficante foragido posta foto de queijo na internet e polícia consegue localizá-lo

O criminoso estava utilizando um bate-papo online quando compartilhou a imagem que resultou em sua prisão

Alana Sousa Publicado em 25/05/2021, às 11h00

Imagem divulgada pela polícia de Merseyside
Imagem divulgada pela polícia de Merseyside - Divulgação/Polícia de Merseyside

Foragido da polícia, Carl Stewart, de 39 anos, não esperava ser capturado pelas autoridades de Liverpool após postar uma foto aparentemente inofensiva em um bate-papo online. Ao compartilhar a imagem de um queijo, os detetives foram capazes de identificar as digitais do criminoso e leva-lo para a prisão.

Conforme noticiou o portal UOL, Stewart foi condenado a 13 anos e seis meses de prisão por tráfico de drogas. Depois de sua captura, o traficante confirmou à polícia de Merseyside que atuava fornecendo cocaína, MDMA, cetamina e heroína.

Em comunicado público, o detetive Lee Wilkinson comentou sobre o caso: “Carl Stewart estava envolvido no fornecimento de grandes quantidades de drogas classes A e B, mas foi pego por seu amor pelo queijo Stilton, depois de compartilhar uma foto de um bloco dele em sua mão através de um EncroChat. Sua palma e impressões digitais foram analisadas a partir desta foto e foi estabelecido que pertenciam a Stewart”.

Não é a primeira vez que a polícia consegue prender traficantes através de informações de chats na internet. Desde 2020, mais de 60 mil usuários do EncroChat foram identificados em diferentes países. Sabe-se que todos as pessoas que usam o chat e foram localizados pela polícia na Inglaterra estão envolvidas de alguma forma na distribuição de armas, substâncias ilícitas e atividades ilegais.