Notícias » Crimes

Professor de criminologia fala sobre como o serial killer Dennis Nilsen ‘brincava’ com ele

“Você tem mesmo que ir?”, teria dito o assassino em uma das vezes que o professor, na época um diretor assistente da prisão onde Nilsen ficava, estava finalizando uma entrevista

Ingredi Brunato Publicado em 14/09/2020, às 17h30

Ator David Tennant no papel do assassino Dennis Nilsen, em nova série de tevê
Ator David Tennant no papel do assassino Dennis Nilsen, em nova série de tevê - Divulgação/ ITV

David Wilson, um professor de Criminologia na Birmingham City University, revelou hoje, 14, em entrevista ao jornal inglês The Morning, sobre as vezes em que entrou em contato com o serial killer Dennis Nilsen, que morreu no ano passado, aos 74 anos. 

O especialista em criminologia tinha apenas 23 anos quando começou a trabalhar como diretor assistente na prisão onde estava Dennis. O assassino é conhecido por ter matado 15 homens homossexuais em seu apartamento; ele caçava suas vítimas em bares noturnos, antes de atraí-los para sua casa. As vítimas estavam na mesma faixa de idade de Wilson.  

Segundo o professor universitário, o serial killer o teria provocado por estar interessado por ele na época. “Posteriormente, entrevistei Nilsen sobre outro assunto e, após a entrevista, ele se inclinou sobre a mesa, tocou minha mão e disse: ‘Você tem mesmo que ir?’. Ele sabia que eu sabia que essas foram as palavras que ele disse às suas vítimas”, contou o criminologista. 

Wilson disse ainda que a homofobia teve um grande papel em impedir que o assassino fosse preso mais cedo, contando sobre como duas das vítimas de Dennis Nilsen teriam conseguido escapar e ligar para a polícia, mas os oficiais foram embora assim que souberam que tinha havido um envolvimento homossexual.

Na nova série de tv "Des", ainda sem data de lançamento, que será dividida em três partes, Nilsen será interpretado por David Tennant, mais conhecido pelo seu papel como Doctor Who.