Notícias » Reino Unido

Professor recria cardápio de 4 mil anos atrás, com pratos típicos da Babilônia

A iniciativa surgiu durante a quarentena e está chamando atenção nas redes sociais

Penélope Coelho Publicado em 06/07/2020, às 17h14

Refeição babilônica feita por Bill Sutherland
Refeição babilônica feita por Bill Sutherland - Divulgação/Twitter

Durante o período de isolamento social, que acontece devido à pandemia de coronavírus, muitas pessoas estão se arriscando na cozinha. Não foi diferente com o professor de biologia da Universidade de Cambridge, Bill Sutherland. Entretanto, o cardápio do homem foi um tanto peculiar.

Sutherland decidiu reproduzir receitas descobertas em escavações arqueológicas, que datam 4 mil anos. Bill cozinhou seguiu os passos de uma receita que fazia sucesso na babilônica antiga. A receita original havia sido escrita numa pedra, que segundo os pesquisadores pertence ao ano de 1750 a.C.

O interesse do professor surgiu após a leitura de uma publicação sobre a cultura babilônica, a partir disso o homem montou quatro pratos. Assim, todo o processo foi descrito em suas redes sociais e despertou curiosidade.

Confira:

Ensopado de borrego: "Isso foi simples e delicioso", afirmou o professor.

O segundo prato é chamado tuh’u, feito com carne, sal, alho, rúcula, cerveja, cebolas e especiarias. “Achei que ficou lindo e saboroso. Talvez eu devesse ter cozinhado mais para desfiar melhor”, concluiu Bill Sutherland em seu Twitter. 

A terceira receita é chamada de pašrütum e não leva carne, contudo, essa opção não agradou muito o paladar do professor que escreveu: "Parece bom, mas é um pouco entediante".

 

Por último, o prato tratava-se de um caldo originalmente feito com sangue de ovelha "Ok, eu trapaceei e usei molho de tomate no lugar do sangue. É peculiar, mas deliciosa. Uma sopa saborosa", finalizou Sutherland.