Notícias » Entretenimento

Programa de televisão sobre causas sociais é criticado nos EUA: 'Não podem dar seu dinheiro diretamente?'

“The Activist” é um reality show que contará com ativistas que deverão “trazer mudanças reais” para causas beneficentes

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 13/09/2021, às 11h37

Divulgação do reality show 'The Activist'
Divulgação do reality show 'The Activist' - Divulgação/CBS

A CBS anunciou recentemente a estreia de um novo programa na sua grade televisiva. Trata-se de “The Activist”, um reality show cujo objetivo é apresentar seis ativistas que terão que competir entre si para gerar mais impactos nas redes por causas sociais. 

Segundo o site da rede, repercutido pelo Estadão, os participantes do programa televisivo deverão “criar movimentos poderosos” e “trazer mudanças reais para uma das três causas globais de vital importância: saúde, educação e meio ambiente”.

Eles deverão se enfrentar em “desafios” e seu "sucesso será medido pela recepção de suas postagens online, análise das mídias sociais e comentários dos apresentadores". Além disso, os ativistas também deverão "aumentar a conscientização sobre sua causa".

O reality está com estreia prevista para outubro e será co-produzido pela ONG Global Citizen. Ele ainda contará com celebridades como a atriz Priyanka Chopra, o cantor Usher e a dançarina Julianne Hough.

No entanto, o anúncio do novo programa gerou polêmica e trouxe inúmeras críticas, principalmente de ativistas. A atriz e ativista Jameela Jamil declarou: “Eles não podem dar seu dinheiro diretamente para causas militantes, em vez de transformar o ativismo em um jogo e contribuir para um 'prêmio'? Pessoas estão morrendo”.

Nabilah Islam, ativista americana, também comentou o lançamento do reality show: "Já é difícil lutar por causas. E também devemos dançar e cantar para muitos milionários enquanto eles decidem quem é digno de suas migalhas".

Segundo a Global Citizen, “este não é um reality show destinado a banalizar o ativismo”. O vice-presidente da CBS, Jack Sussman, afirmou ainda que "combinando filantropia e entretenimento, ‘The Activist’ é uma série revolucionária que inspirará os telespectadores".