Notícias » Brasil

Protesto do MTST reúne manifestantes em frente à mansão de Flávio Bolsonaro

Ação é o segundo ato recente "contra a fome e a inflação" do movimento

Redação Publicado em 30/09/2021, às 12h28

Manifestantes do MTST em frente à casa do senador
Manifestantes do MTST em frente à casa do senador - Divulgação/Youtube/UOL

O condomínio de luxo onde o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) mora em uma mansão avaliada em R$ 5,97 milhões recebeu um ato de manifestantes ligados ao MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) na manhã desta quinta-feira, 30. 

"Estamos aqui para denunciar a desigualdade no Brasil, enquanto o filho do presidente é denunciado por rachadinha e compra uma mansão de R$ 6 milhões", afirmou Rud Rafael, um dos coordenadores do ato, ao UOL.

Os manifestantes levantaram faixas com os dizeres “R$ 6 milhões pra mansão” em referência ao imóvel comprado pelo senador, cartazes contra a “família Bolsonaro” e um, inclusive, promovendo um ato do dia 2 de outubro contrário ao presidente.

Cartazes dos manifestantes no ato / Crédito: Divulgação/Youtube/UOL

 

Segundo Rafael, esta é a segunda ação recente do MTST "contra a fome e a inflação"; na última semana, o grupo invadiu a sede da bolsa de valores na capital paulista, mas não teve impacto econômico, visto que as transações são feitas de maneira eletrônica.

Para a coordenadora do MTST, Camila de Caso, o Brasil “chegou ao limite" da gestão Bolsonaro. "A conjuntura radicalizou. Radicalizou a fome, radicalizou a falta de teto, radicalizou o governo", declarou.