Notícias » Personagem

Protesto realizado por Raven Saunders no pódio tem investigação suspensa por Comitê Olímpico

A atleta americana, que ganhou medalha de prata no arremesso de peso, protestou em prol dos oprimidos

Redação Publicado em 04/08/2021, às 12h30

Raven Saunders no pódio
Raven Saunders no pódio - Getty Images

O protesto realizado pela atleta norte-americana Raven Saunders no último domingo, 1, em prol das minorias oprimidas teve investigação suspensa pelo Comitê Olímpico Internacional. Negra e lésbica, Saunders, que competiu na categoria arremesso de peso, cruzou os punhos acima da cabeça logo após receber medalha de prata.

Segundo o Globo Esporte, esta é a primeira ocorrência de manifestação durante uma cerimônia de premiação nas Olimpíadas de Tóquio. Conforme a americana, o gesto em forma de X simboliza a união dos oprimidos.

O ato é alvo de polêmica, uma vez que o COI determinou que estariam vetados os protestos durante dos jogos olímpicos deste ano. Somente seriam permitidas as manifestações que ocorressem durante coletivas de imprensa e competições, com a condição de que não interrompessem os eventos, nem desrespeitassem os demais atletas.

A decisão de suspender as investigações ocorreu logo após a divulgação de que o gesto de Raven estaria sob análise do órgão internacional que rege o Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos.