Notícias » Rússia

Putin diz que guerra na Ucrânia 'salva pessoas' e que não teve escolha

Em pronunciamento raro, o presidente russo falou sobre o que chama de ‘operação militar especial’

Penélope Coelho Publicado em 12/04/2022, às 09h56

Fotografia de Vladimir Putin
Fotografia de Vladimir Putin - Getty Images

Em raro pronunciamento realizado nesta terça-feira, 12, o líder russo, Vladimir Putin, falou sobre os atuais conflitos com a Ucrânia. O caso foi definido por ele como ‘operação militar especial de Moscou’ em território ucraniano.

Na ocasião, o presidente da Rússia participou de uma cerimônia de premiação no centro espacial Cosmódromo de Vostochny, ao ser citado por agências de notícias a respeito da guerra, Putin afirmou que a ‘operação militar’ alcançará “objetivos nobres”.

Seus objetivos são absolutamente claros e nobres”, disse o líder russo sobre a ação do país na Ucrânia.

De acordo com informações publicadas pelo portal CNN, Putin ainda falou sobre os objetivos da operação, que segundo ele, está salvando pessoas em Donbass.

A região localizada no leste ucraniano é conhecida pelo apoio aos separatistas russos, que lutam contra as forças da Ucrânia desde o ano de 2014.

Por um lado, estamos ajudando e salvando pessoas e, por outro, estamos simplesmente tomando medidas para garantir a segurança da própria Rússia [...] Está claro que não tivemos escolha. Foi a decisão certa”, afirmou o presidente.

Sabe-se que a guerra está gerando uma nova crise de refugiados, além de deixar 1.842 mil civis mortos, segundo levantamento realizado pela ONU, com atualização feita na última segunda-feira, 11.