Notícias » Rússia

Putin opina sobre transsexualidade: 'Obscurantismo'

O presidente russo é um grande defensor de posicionamentos conservadores

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 23/12/2021, às 13h17

Fotografia de Vladimir Putin em 2018
Fotografia de Vladimir Putin em 2018 - Getty Images

O presidente russo Vladimir Putindeu um discurso nesta quarta-feira, 23, em que dividiu sua opinião a respeito de pessoas que realizariam as chamadas 'mudanças de gênero', classificando a prática como uma "forma de obscurantismo". 

Tenho uma abordagem tradicional: uma mulher é uma mulher, um homem é um homem. Espero que a nossa sociedade tenha sua moral internamente protegida, a qual emana das nossas confissões religiosas tradicionais (...) contra esta forma de obscurantismo", afirmou ele, segundo divulgado pela AFP. 

O chefe de Estado também foi questionado a respeito de seu posicionamento em relação a algumas das acusações de transfobia recebidas pela escritora britânica J.K.Rowling, autora da famosa série de livros focada no bruxo Harry Potter

Sobre esse assunto, Putin alegou que as categorias femininas do esporte iriam "desaparecer por completo" caso homens pudessem "se declarar mulheres" a fim de participar das competições. 

O governo russo é conhecido por sua aversão à comunidade LGBTQIA+, que também transparece através de leis como aquela que proíbe a realização de passeatas do Orgulho LGBT no país. 

Outro detalhe é que, enquanto no restante do mundo existem cada vez mais países legalizando a união homossexual, a Rússia fez uma emenda à sua constituição em 2020 acrescentando que casamentos seriam atos que ocorrem entre "um homem e uma mulher".