Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Nigéria

Quase 40 pessoas são mortas por homens armados na Nigéria

Grupo de homens armados realizou ataque contra uma comunidade de mineração no distrito de Wase, na noite de ontem

por Giovanna Gomes

ggomes@caras.com.br

Publicado em 21/05/2024, às 16h07

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Imagem ilustrativa - Imagem de Franz P. Sauerteig por Pixabay
Imagem ilustrativa - Imagem de Franz P. Sauerteig por Pixabay

Quase 40 pessoas foram mortas por homens armados em motos em um ataque contra uma comunidade de mineração no centro da Nigéria, anunciaram autoridades nesta terça-feira, 21.

O ataque ocorreu na noite de segunda-feira no distrito de Wase, no estado de Plateau, uma região que há anos enfrenta conflitos por disputas de terra.

Conforme explicou a agência de notícias AFP, o estado de Plateau está situado na linha divisória entre o norte da Nigéria, majoritariamente muçulmano, e o sul, predominantemente cristão.

Conflitos entre pastores nômades e agricultores são comuns nas comunidades locais. Além disso, as mudanças climáticas têm exacerbado as disputas por acesso a terra, água e recursos minerais.

Bandidos em motos

"Bandidos armados em motos invadiram a comunidade de Zurak, atirando e incendiando casas", disse à AFP por telefone o assessor de comunicação do estado de Plateau, Musa Ibrahim Ashoms. "Até agora, foram confirmadas as mortes de quase 40 pessoas", acrescentou.

Os moradores de Zurak, onde o ataque ocorreu, dependem principalmente da mineração para sua subsistência e, de acordo com o residente local, Adamu Maikasuwa Saluwe, esse tipo de incidente "constitui uma ameaça à segurança alimentar da região". Segundo ele, o ataque, no qual morreram pessoas e propriedades foram destruídas, ocorreu pouco antes da estação agrícola.