Notícias » China

Queda de avião na China não deixou sobreviventes entre os 132 a bordo

Autoridades anunciaram novas informações sobre a tragédia do Boeing 737-800 que caiu ao entrar em um mergulho quase vertical

Redação Publicado em 26/03/2022, às 13h49

Destroços do avião que caiu no sul da China
Destroços do avião que caiu no sul da China - Divulgação/Xinhua News

Autoridades chinesas confirmaram que não houve sobreviventes entre as 132 pessoas a bordo do avião que caiu no sul da China na última segunda-feira, 21, conforme anúncio da televisão pública do país, a CCTV.

"Os 123 passageiros e nove tripulantes do voo MU5735 da China Eastern morreram a bordo em 21 de março", declarou a emissora chinesa ao citar o vice-diretor-geral da administração de aviação civil, Hu Zhenjiang.

A aeronave, de voo MU5735, saiu do Aeroporto de Kunming às 13h11 (1h11 em Brasília) e deveria chegar na cidade de Guangzhou em aproximadamente três horas, mas desapareceu do radar e despencou em montanhas na região de Guangxi.

Como reportou o UOL, equipes de recuperação encontraram um fragmento de 1,3 metro do avião a cerca de 10 km de distância do principal ponto de concentração dos detritos, o que fez com que as autoridades tivessem expectativas de descobrir sobreviventes.

No entanto, foi anunciada apenas a descoberta de restos mortais e uma caixa-preta. Eles continuam em busca da segunda caixa-preta da aeronave, enquanto o gravador de voz da cabine é investigado.

Com a confirmação de que nenhuma das 132 pessoas a bordo do Boeing 737-800 da China Eastern Airlines sobreviveu à queda, a tragédia se tornou o pior acidente do transporte aéreo da China desde 1994.