Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Literatura

Quem é a menina que bateu o recorde de pessoa mais jovem a publicar um livro?

Obra de jovem inglesa de 5 anos já vendeu mais de mil cópias

Éric Moreira, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 16/06/2022, às 15h24

Livro 'The Lost Cat' (2022) e menina escrevendo em colagem - Divulgação/Ginger Fyre Press / Foto por Raphaël Jeanneret pelo Pixabay
Livro 'The Lost Cat' (2022) e menina escrevendo em colagem - Divulgação/Ginger Fyre Press / Foto por Raphaël Jeanneret pelo Pixabay

Bella J. Dark é uma menina inglesa que recentemente entrou para o Guinness World Records com uma conquista inusitada: aos 5 anos, se tornou a garota mais jovem a ter um livro publicado e com mais de mil cópias vendidas — requisito necessário para poder receber o título. A obra de Bella foi publicada no dia 31 de janeiro, sendo escrita e ilustrada pela menina.

'The Lost Cat' ('O Gato Perdido', em tradução livre) narra a história do gatinho Snowy, que se perde após sair para se aventurar sozinho durante a noite. A ideia do livro teria surgido a partir dos próprios desenhos de Bella, e o desenvolveu inteiro em cerca de cinco dias. Ela espera que a obra "ensine crianças a não saírem à noite sozinhas."

Começou como uma imagem. Meu pai disse que eu poderia fazer um livro e uma história surgiu da foto", contou a menina para o Guinness, como informado pela Revista Galileu.
'The Lost Cat', livro de Bella J. Dark
'The Lost Cat', livro de Bella J. Dark / Divulgação/Ginger Fyre Press

Chelsie Syme, mãe da jovem autora, conta também que a filha sempre foi muito criativa na criação de suas histórias, e que Bella escreve desde seus 3 anos de idade. "Fiquei feliz por ela e adoro me envolver e dar atenção e elogios a tudo o que ela faz", disse em entrevista.

Outros autores mirins

Bella J. Dark foi reconhecida pelo Guinness World Records como a mais nova autora, do gênero feminino, a publicar um livro. O recorde pertencia, anteriormente, à Dorothy Straight, uma jovem americana que publicou o livro 'How the World Began' ('Como o Mundo Começou', em português) em agosto de 1964, aos 6 anos.

Já o recorde masculino, por sua vez, pertence a Thanuwana Serasinghe, um jovem do Sri Lanka, que publicou o livro 'Junk Food' (termo em inglês usado para se referir a comidas não saudáveis) em janeiro de 2017, quando ainda tinha apenas 4 anos e 356 dias.