Notícias » Personagem

Rabino Henry Sobel vem a óbito aos 75 anos nos Estados Unidos

O rabino, que morreu após complicações causadas por um câncer, teve grande papel na luta pelos direitos humanos do Brasil

Redação Publicado em 22/11/2019, às 12h19

Na imagem acima, o rabino Henry Sobel
Na imagem acima, o rabino Henry Sobel - Wikimedia Commons

Na manhã desta sexta-feira, 22, foi comunicado que o rabino Henry Sobel morreu aos 75 anos, em Miami, Estados Unidos, após complicações médicas causadas por um câncer. O funeral está marcado para o próximo domingo, 24, em Nova York. 

Em nota divulgada pela família de Sobel, foi destacado que o rabino atuou como uma “voz firme em defesa dos direitos humanos no Brasil”.

Nascido na cidade de Lisboa, Portugal, se mudou com a família para Nova York, onde  descobriu a sua futura profissão. Veio para o Brasil após um convite da Congregação Israelita Paulista para atuar como rabino.

Foi em solo brasileiro que teve grande importância na defesa dos direitos humanos. Durante a ditadura militar brasileira, Sobel foi um grande defensor pelo esclarecimento do assassinato do jornalista Vladimir Herzog

Ao publicar o livro “Brasil: Nunca mais”, onde reuniu documentos que revelavam os horrores da ditadura militar, que escreveu com o auxílio de Evaristo Arns e James Wright, o rabino narrou os casos de tortura no país. Em outro grande momento da sua trajetória profissional, recebeu a Ordem do Ipiranga pelo governo do estado de São Paulo.


Saiba mais sobre o rabino Henry Sobel 

Um Homem e Um Rabino, Henry Sobel, 2008 - https://amzn.to/37ugWqp
 
Brasil: nunca mais, Dom Paulo Evaristo Arns, 2011 - https://amzn.to/35nYZb9
 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.