Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Personagem

Racismo: Atleta promissor da Red Bull de Fórmula 2 é suspenso da equipe

Juri Vips, piloto estoniano, foi suspenso por comentários racistas e homofóbicos

Redação Publicado em 22/06/2022, às 15h34

Juri Vips, piloto estoniano de Fórmula 2 pela Red Bull - Getty Images
Juri Vips, piloto estoniano de Fórmula 2 pela Red Bull - Getty Images

A equipe Red Bull Racing suspendeu o piloto estoniano Juri Vips, que corre na Fórmula 2, após ele ter feito comentários racistas e homofóbicos enquanto fazia uma transmissão ao vivo na Twitch — plataforma de streaming ao vivo focada em jogos eletrônicos.

O piloto de 21 anos, enquanto jogava 'Call of Duty: Warzone', usou o termo "nigga", que é utilizado de forma depreciativa para se referir a pessoas negras, sendo considerado tão ofensivo que muitos norte-americanos preferem se referir a ele somente como "n-word".

Além disso, o alteta fez comentários homofóbicos, dizendo que "rosa é cor para gays".  Enquanto isso, seus amigos, que estavam em chamada de voz com ele, riam dos comentários de teor preconceituoso. 

Após a fala de Juri Vips ter viralizado nas redes sociais, a Red Bull Racing anunciou suspensão imediata do piloto, além de investigação sobre o ocorrido. Em nota, comunicaram: "Como uma organização nós condenamos abusos de qualquer tipo e temos a política de tolerância zero contra linguagem ou comportamento racista dentro de nossa equipe."

Arrependido?

Gostaria de me desculpar pela linguagem ofensiva usada durante uma transmissão ao vivo. Essa linguagem é totalmente inaceitável e não representa meus valores e princípios. Eu me arrependo profundamente das minhas ações e esse não é exemplo que quero passar. Vou cooperar completamente com a investigação", disse o jovem piloto em seu Instagram, em um pedido de desculpas pelo ocorrido.

Juri Vips chegou na equipe junior da Red Bull em 2018, correndo na época na Fórmula 3. Em 2020 subiu para a Fórmula 2 e estava ali desde então. No entanto, chegou a participar de treinos para subir à Fórmula 1, antes de sua suspensão.