Notícias » Monarquia

Rainha Elizabeth II pede para familiares controlarem gastos

Os membros da família real britânica também terão de diminuir as despesas no período da pandemia de covid-19

Isabela Barreiros Publicado em 17/11/2020, às 08h00

Elizabeth II, rainha do Reino Unido
Elizabeth II, rainha do Reino Unido - Wikimedia Commons

Recentemente, a rainhaElizabeth II enviou um memorando aos membros da família real britânica informando a necessidade de corte de gastos, principalmente os da Casa de Windsor. A preocupação da monarca é vista durante o período de pandemia do novo coronavírus, que causou muitas mudanças na Grã-Bretanha e no mundo.

Todo ano, os membros da realeza recebem por volta de £ 35 milhões (R$ 249,9 milhões) para se manterem nos palácios reais. No entanto, eles gastam muito mais que esse valor dado pelo governo britânico e apenas conseguem equilibrar as contas por meio de ingressos vendidos para visitar nas propriedades reais e outros rendimentos.

Com o isolamento social e a diminuição no turismo, essa renda diminuiu consideravelmente, o que gerou esse pedido da rainha. Ainda assim, os problemas maiores devem ser vistos apenas no ano que vem, que é quando o impacto financeiro será melhor observado.

Para evitar debates sobre os gastos da monarquia inglesa, a monarca, então, pediu que seus familiares tomassem mais cuidado com suas despesas, na tentativa de diminuí-las, para que eles não fiquem sem nenhum luxo no ano que vem.