Notícias » Arqueologia

Rara ponta de flecha de 900 anos é encontrada no rio Tâmisa, na Inglaterra

Arqueóloga amadora responsável pela descoberta acredita que ela foi disparada da Torre de Londres durante o domínio de Ricardo Coração de Leão

Isabela Barreiros Publicado em 13/01/2021, às 07h00

Ponta de flecha descoberta na Inglaterra
Ponta de flecha descoberta na Inglaterra - Divulgação - Monika Buttling-Smith

Enquanto andava nas proximidades do rio Tâmisa, no sul da Inglaterra, a arqueóloga amadora Monika Buttling-Smith descobriu um item impressionante. Ela foi responsável por encontrar uma rara ponta de flecha presa na lama do rio, o que provavelmente a preservou até hoje.

“Foi a primeira vez que saí este ano e, com isolamento social, não sabia quando seria capaz de sair de novo”, contou Buttling-Smith . “Fico feliz se encontro uma moeda ou fóssil simples, é tão bom encontrar algo de que você goste, mas com algo assim, meu coração parou”.

Ela acredita que o objeto pode ter sido disparado da Torre de Londres há 900 anos, tese que é apoiada pelo fato de a ponta da flecha estar danificada. Isso pode indicar que o alvo foi atingido de fato pelo item, que data do período entre 1100 e 1300.

É possível que a ponta de flecha tenha sido usada por invasores ou até mesmo por soldados ingleses durante seu treinamento. Remontando ao reinado de Ricardo Coração de Leãoe seu irmão, o Rei John, o artefato pode ter sido disparado por oficiais se preparando para as Cruzadas ou conflitos na França. 

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.