Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Raul Gazolla

Raul Gazolla impediu plano para assassinato de Guilherme de Pádua

O ator Raul Gazolla era marido de Daniella Perez, na época em que a atriz foi assassinada por seu colega de novela

Redação Publicado em 27/07/2022, às 10h55 - Atualizado às 18h33

Raul Gazolla e Daniella Perez, sua esposa, que foi assassinada em 1992 - Divulgação
Raul Gazolla e Daniella Perez, sua esposa, que foi assassinada em 1992 - Divulgação

A atriz Daniella Perez foi brutalmente assassinada em 1992, pelo também ator Guilherme de Pádua — com quem contracenava na novela 'De Corpo e Alma', escrita por Glória Perez, mãe da vítima. O crime chocou todo o Brasil na época, ainda mais devido ao fato de a novela ser transmitida diariamente quando ocorreu.

Pouco tempo depois do assassinato de Daniella Perez, porém, Guilherme de Pádua foi descoberto como autor do crime e preso. O ator Raul Gazolla, marido da atriz em 1992, revelou em entrevista em janeiro de 2021 que um amigo queria se vingar pela morte da jovem, e pretendia matar o ex-ator com uma explosão na delegacia em que estava preso.

Eu tinha um amigo que era infrator. Quando ele soube do caso, não foi me visitar, não foi no enterro, nada... Quando passou o enterro, mandou me chamar na casa dele e eu fui. Falou: 'Gazolla, tô mandando descer todas as pessoas que eu conheço e a gente vai explodir a 16ª [Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca] e vai matar o cara. Porque ninguém faz isso com mulher de amigo nosso'", lembrou o ator em entrevista no podcast Rap 77, apresentado por Júnior Coimbra.
Raul Gazolla durante gravação do podcast 'Rap 77', apresentado por Júnior Coimbra, no início de 2021
Raul Gazolla durante gravação do podcast 'Rap 77', apresentado por Júnior Coimbra, no início de 2021 / Divulgação/YouTube/Rap 77

Oposição

No entanto, Gazollacontou durante a entrevista que foi contrário à ideia de seu amigo, na época. Segundo ele, a história do assassinato ainda estava "mal contada":

Eu fiquei umas duas horas convencendo ele de que não deveria fazer isso. Porque eu sou gente boa? Não. Porque eu falei assim: 'essa história está mal contada, tem mais coisa aí. Esse rapaz precisa viver para contar a verdade'. Aí o cara falou 'tá bom, ok. Você tem razão, vamos deixar correr com a Justiça’", contou.

O ator ainda revelou, dando mais detalhes sobre a conversa, do porquê de não gostar da ideia de assassinar Guilherme de Pádua: "Além do mais, é o seguinte ... Quando você explodir a 16ª para matar alguém, você vai matar inocentes, cara! Eu não posso dormir com esse barulho na minha cabeça", alegou o ator ter dito ao amigo.


O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir.