Notícias » Esportes

Rayssa Leal se torna a pessoa mais jovem a conquistar uma medalha olímpica pelo Brasil

A atleta de 13 anos ganhou a medalha de prata na estreia do skate feminino do torneio em Tóquio

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 26/07/2021, às 07h19

Rayssa comemora execução de manobra durante prova olímpica
Rayssa comemora execução de manobra durante prova olímpica - Getty Images

A skatista Rayssa Leal, de apenas 13 anos, ganhou a medalha de prata na estreia do skate feminino na Olimpíada de Tóquio durante a tarde desta segunda-feira, 26, no horário local japonês. A atleta, que já havia sido a pessoa mais nova a se classificar para o torneio pela delegação do Brasil, também se torna a mais jovem brasileira a se tornar medalhista olímpica.

Totalizando 14,64 pontos em sete baterias de manobras, a garota ficou atrás apenas da japonesa Momiji Nishiya, também com 13 anos de idade, que totalizou 15,26 pontos e garantiu a medalha de ouro. As outras duas brasileiras que disputavam a categoria — Letícia Bufoni e Pâmela Rosa — não se classificaram para a final olímpica.

Atual segunda colocada no ranking mundial feminino, Rayssa ainda foi acompanhada de perto pela mãe, Lilian, que possui uma licença especial para acompanhar a jovem menor de idade na Vila Olímpica, como informou a Folha de S. Paulo. Junto dela, o skatista Kelvin Hoefler, que ganhou a medalha de prata na mesma pista no dia anterior, deu dicas durante as pausas das baterias.

Além do recorde brasileiro, a skatista também se torna a terceira atleta individual mais nova da história das Olimpíadas a conseguir uma medalha. Apelidada de fadinha em decorrência do vídeo viral que a revelou para o mundo em 2014, vestindo uma fantasia de princesa com asas enquanto andava de skate, a vitória foi amplamente comemorada nas redes sociais, enfatizando o recorde histórico.