Notícias » Tecnologia

Realidade virtual permite ‘reencontro’ entre mãe e filha, que morreu há 4 anos

"Talvez isso seja o verdadeiro paraíso. Acho que tive o sonho que sempre desejei", declarou Jang Ji-Sung com a voz embargada

Fabio Previdelli Publicado em 13/02/2020, às 17h53

O momento exato em que a mãe reencontra a vida
O momento exato em que a mãe reencontra a vida - Divulgação/Youtube

Em 2001, Steven Spielberg emocionou o mundo com o aclamado A.I – Inteligência Artificial. No filme, uma mulher ‘adota’ um androide para substituir o filho do casal que morreu vítima de uma doença incurável.

A ideia pode até parecer meio maluca e implausível, mas quase duas décadas depois a narrativa foi repetida, desta vez, na vida real. No último dia 6, quinta-feira, o canal televisivo sul-coreano MBCLife exibiu o documentário I Met You ("Eu Encontrei Você", em tradução livre) que mostra o emocionante encontro, em realidade virtual, entre Jang Ji-Sung e sua filha morta, no ano de 2016.

“Mãe! Onde você esteve, mãe? Você pensou em mim?”, questiona a pequena enquanto corre em direção à mãe. "Eu penso o tempo todo", respondeu Ji-Sung com a voz embargada.

Além da perfeição da imagem da pequena Nayeong, Jang conseguiu interagir com a filha graças à imersão causada pelos óculos de VR e outros equipamentos, como luvas e fones de ouvido. O vídeo, que foi disponibilizado no YouTube, já foi visualizado por mais 11 milhões de pessoas.

"Talvez isso seja o verdadeiro paraíso. Eu conheci Nayeon, que me chamou com um sorriso, por um tempo muito curto, mas foi um momento muito feliz. Acho que tive o sonho que sempre desejei", declarou a mãe.

Confira o vídeo abaixo.