Notícias » Brasil

Recorde negativo: dólar passa a barreira dos 5 reais pela primeira vez na história

Há uma semana, o ministro da Economia Paulo Guedes disse que a moeda só atingiria essa taxa caso ele fizesse "muita besteira"

Fabio Previdelli Publicado em 12/03/2020, às 12h21

Dólar bate a casa dos 5 reais
Dólar bate a casa dos 5 reais - Divulgação

Na manhã de hoje, quinta-feira, 12, o valor comercial do dólar subiu 6% e bateu a casa dos 5 reais. Esta foi a primeira vez na história que a moeda atingiu esse patamar. A decisão comercial do presidente Donald Trump de suspender todos os voos da Europa para os Estados Unidos, além da epidemia de coronavírus foram fatores que influenciaram o aumento do índice.

Pela manhã, por volta das 10h25, o dólar à vista subia 3,65% e atingiu a marca de R$4,893 — após dois leilões de dólar à vista realizados pelo Banco Central. O índice histórico aconteceu na máxima do dia, quando bateu os R$5,0287.

Coincidentemente, há uma semana, último dia 5, o ministro da Economia, Paulo Guedes, atribuiu a alta da moeda aos efeitos recentes do coronavírus, à desaceleração da economia e ao que a mídia vinha chamando de “choque” entre o Congresso e o presidente. Na oportunidade, Guedes afirmou que o dólar só atingiria essa taxa caso ele fizesse “muita besteira”.

“Se o presidente pedir para sair, se o presidente do Congresso pedir para sair… se todo mundo pedir para sair…, às vezes eu faço algumas brincadeiras de professor e isso vira coisa errada”, disse o ministro. “É um câmbio que flutua. Se fizer muita besteira pode ir para esse nível [5 reais]. Se fizer muita coisa certa, ele pode descer”, completou.