Notícias » Bizarro

Recordista do Guinness, mulher corta as maiores unhas do mundo após 28 anos

Com a decisão, a americana Ayanna Williams agora poderá realizar tarefas simples em seu dia a dia, como abrir uma porta e lavar a louça

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 08/04/2021, às 12h13

A recordista decidiu cortar suas unhas após 28 anos
A recordista decidiu cortar suas unhas após 28 anos - Divulgação/Guinness

A americana Ayanna William detém, desde o ano de 2017, o recorde de pessoa com as maiores unhas do mundo. Mas, de acordo com o G1, após mais de 28 anos cultivando-as, a mulher decidiu que já era hora de cortá-las.

Quando foi reconhecida pelo Guinness, as unhas de Ayanna tinham 57,64 centímetros de comprimento. Já no último fim de semana, quando ocorreu o grande evento, elas já atingiam 73,355 centímetros. Estavam tão grandes que foi necessário que o centro de dermatologia, localizado em Forth Worth, no Texas, utilizasse uma ferramenta giratória elétrica.

As unhas de Ayanna atingiram um tamanho impressionante - Crédito: Divulgação/Guinness

 

"Eu deixei as minhas unhas crescerem por décadas. Agora, estou pronta para uma nova vida", afirmou a mulher ao site do Guinnes. "Eu sei que eu vou sentir falta delas, mas chegou a hora – a hora delas irem embora".

Entretanto, por mais bizarro que pareça, as unhas da americana serão preservadas e levadas para o museu "Ripley's Believe or Not!" em Orlando.

"Vai ser incrível. Vai ser como uma cera de mim mesma, embora sejam apenas minhas unhas. Mal posso esperar para ver isso, de verdade. Vou estar sorrindo de orelha a orelha. Pense realmente sobre isso, é incrível", disse a recordista.

O Guinness

Não é novidade que o ser humano está sempre inovando e surpreendendo, não é mesmo? Pode parecer mentira, mas você sabia que existe uma competição de maior quantidade de potes de maionese ingeridos por uma única pessoa? Ou melhor, que existe um prêmio para a maior quantidade de flexões com o dedo mindinho? Esses e muitos outros recordes que jamais imaginamos estão reunidos no Guinness Book, um dos livros mais famosos do mundo.

Publicado anualmente há 65 anos, a ideia do livro surgiu a partir de uma conversa bem despretensiosa entre amigos, em County Wexford, na Irlanda. Sir Hugh Beaver, diretor da cervejaria Guinness, estava conversando com alguns colegas de trabalho sobre qual seria a ave de caça mais rápida de toda a Europa.

Depois de muito debater o assunto, chegou à conclusão que seria super interessante criar um livro que respondesse questões como essa.