Notícias » Monarquia

Rei da Holanda considera parar de andar em carruagem com tema colonial

Imagens com temáticas antigas, que enfeitam o veículo de 1898, geraram bastante polêmica

Vanessa Centamori Publicado em 20/07/2020, às 13h20

Carruagem do rei holandês Willem-Alexander
Carruagem do rei holandês Willem-Alexander - Pixel Addict/Flickr

Segundo divulgou a agência de notícias Reuters, o rei holandês Willem-Alexander pode parar de usar uma carruagem cerimonial que foi tema de controvérsias. O veículo de 1898 é decorado com imagens polêmicas, que celebram as antigas colônias holandesas. 

Os desenhos da carruagem formam um painel, intitulado Tributo das Colônias, que apresentam negros e asiáticos trazendo oferendas a uma mulher branca. A figura feminina aparece sentada em um trono, e representa a Holanda. 

O veículo ornamental costumava ser o meio de transporte do monarca holandês até o Parlamento. "Estamos acompanhando a discussão, estou ouvindo", pronunciou o rei Willem-Alexander, durante uma reunião anual com a imprensa. "Enquanto houver discriminação implícita e explícita na Holanda, devemos enfrentar isso como sociedade".

A carroça real está em reparos desde 2015 e só poderá retornar ao funcionamento normal em 2021. Entretanto, o monarca pode decidir não utilizá-la mais. Ele adiantou, porém, que não haveria nenhuma medida para mudar as decorações criticadas. "Faz parte da nossa herança cultural, então não vamos reescrever a história com a restauração", disse."Depois que a restauração estiver concluída, veremos."

A carruagem não foi a única questão debatida na Holanda. Estatúas de heróis navais da Era Dourada do país, no século 17, também geraram polêmica após a explosão do movimento Black Lives Matter (vidas negras importam), que têm revisto monumentos com passados racistas ou preconceituosos ao redor do planeta.