Notícias » Mundo

Rei tailandês perdoa 30 mil presos para comemorar aniversário do pai

Além dos detentos que foram perdoados, outros ainda tiveram suas sentenças reduzidas pelo decreto real inédito

Ingredi Brunato Publicado em 05/12/2020, às 15h10

Fotografia do rei Maha Vajiralongkorn
Fotografia do rei Maha Vajiralongkorn - Wikimedia Commons

Segundo divulgado pelo Royal Gazette, jornal diário das Bermudas, o rei Maha Vajiralongkorn, governante da Tailândia, decidiu emitir centenas de perdões e anistias neste sábado, 5.  

A ação carrega um significado simbólico, já que pretende chamar atenção para a data de aniversário do falecido ReiBhumibol Adulyadej, pai do monarca atual. Como resultado, 30 mil presos serão perdoados e 200 mil terão suas sentenças trocadas para versões mais brandas. 

A decisão acontece em um momento em que a população pede o fim da família real tailandesa, contudo, o apelo é considerado uma difamação séria e pode levar à punições de até 15 anos de prisão. Até mesmo postagens em redes sociais podem levar um cidadão a julgamento no país.

A despeito dessas sentenças severas, as manifestações na Tailândia têm se multiplicado durante os últimos anos, assim como o surgimento de líderes ativistas que pedem o fim da monarquia.