Notícias » Reino Unido

Reino Unido pretende substituir parte de soldados humanos por robôs

O plano inicial é que 10 mil homens sejam trocados por soldados robóticos; em 2030, o número deverá chegar a 30 mil

Alana Sousa Publicado em 27/03/2021, às 09h00 - Atualizado às 12h03

Cena do filme Eu, Robô (2004)
Cena do filme Eu, Robô (2004) - Divulgação/20th Century Fox

OReino Unido pretende, mais uma vez, diminuir o número de soldados presentes nas Forças Armadas. Desta vez, as autoridades querem substituir 10 mil homens por drones e equipamentos tecnológicos e robôs. A informação foi repercutida pelo Canal Tech e Yahooh!.

A diminuição da quantidade de combatentes acontece há quase dez anos, quando o governo optou por cortar gastos com os soldados.

O foco é a guerra cibernética, algo que o Reino Unido vem se preparando há um tempo. Com a nova redução, o número de integrantes do exército britânico diminuirá para 70 mil. Em janeiro, essa quantidade era de 80 mil.

Uma das justificativas é que os homens não seriam tão produtivos quanto máquinas, além de custar bem mais caro. Contudo, a reforma militar leva em consideração que, no mundo contemporâneo, as guerras não são mais feitas com armas no campo de batalha, e sim através de ataques de hackers e invasão do ciberespaço de cada nação, com dados valiosos correndo risco de serem roubados ou copiados.

De acordo com o chefe do estado-maior do Reino Unido, General Nick Carter, o plano é que até 2030, 30 mil soldados robôs integrem o exército; eles poderão ser controlados de maneira remota ou ainda terem funções autônomas.