Notícias » Europa

Reino Unido usa imagens de navios de escravos em campanha promocional do setor de transportes

O episódio causou polêmica e o Departamento foi criticado por historiadores

Isabela Barreiros Publicado em 17/09/2019, às 14h44

O navio East Indiaman
O navio East Indiaman - Reprodução

O Twitter do Departamento de Transportes do Reino Unido fez uma postagem na qual procurava elogiar o setor marítimo da região. Ao fazê-lo, no entanto, utilizou imagens de navios que foram utilizados para transporte de pessoas escravizadas durante os séculos 16 e 19.

Embarcações como os filibotes, um tipo de veleiro holandês e “East Indiaman”, navios fretados por empresas das Índias Orientais, foram representados no vídeo da empresa britânica. A decisão foi condenada por acadêmicos da área.

O Tweet do Departamento de Transportes / Crédito: Twitter/Reprodução

 

"É o que acontece quando a memória histórica se limita a uma narrativa na qual simplesmente abolimos a escravidão — é notavelmente fora de tom, além de historicamente analfabeta", comentou o historiador e autor Kim Wagner. "É um reflexo da ignorância generalizada que anda de mãos dadas com a nostalgia do Império", completa.

A campanha promocional também foi criticada pela pesquisadora de teoria colonial e pós-colonial na Universidade de Cambridge Priyamvada Gopal. Segundo ela, a história do setor de transporte marítimo comercial britânico era “profundamente violenta, que incluía o transporte de milhões de negros e servos presos firmemente nos porões de navios para serem explorados nas plantações”.

Um porta-voz do departamento disse em resposta às críticas que "o comércio de escravos era uma prática repugnante pela qual o governo britânico justamente se desculpou".