Notícias » Reino Unido

Residência de Catarina de Aragão, princesa que se relacionou com os irmãos Tudor, será transformada em hotel

A casa histórica, localizada na cidade de Ludlow, foi lar da rainha enquanto ela ainda estava casada com o rei Artur Tudor

Isabela Barreiros Publicado em 12/05/2020, às 14h01

A casa de Catarina de Aragão em Ludlow
A casa de Catarina de Aragão em Ludlow - Divulgação

Na cidade de Ludlow, no condado de Shropshire, na Inglaterra, está localizada uma casa cuja antiga dona teve muita relevância na história do Reino Unido. O local como ficou conhecido, foi a residência da princesa da Espanha, Catarina de Aragão. Agora, o Conselho de Shropshire aprovou uma medida para que o local se torne um hotel.

Catarina viveu no local no período em que estava casada com o príncipe Artur, antes de se relacionar com o irmão mais novo deste, Henrique VIII, após a morte de seu primeiro marido. A residência foi construída durante o século 13, mas foi reformada em 1580.

Após a morte da mulher, a casa permaneceu como uma propriedade privada, passando na mão de um botânico, um capitão, deputados e até mesmo de um sapateiro. Nos últimos anos, ela chegou a ser um museu.

No entanto, existem novos planos para a reconstrução do loca, que poderá fornecer 10 quartos para as pessoas que quiserem se hospedar na antiga residência da rainha. Segundo a equipe de conservação, “a mudança de uso proposta, embora envolva alguma alteração e adaptação ao tecido histórico, forneceria um uso futuro sustentável para o edifício e garantiria que ele seja mantido no futuro".

“A subdivisão da propriedade para fornecer um hotel de 10 camas permitiria a reforma do edifício listado e proporcionaria uma instalação acessível ao público — embora clientes pagantes — que é sem dúvida mais acessível do que se a propriedade fosse subdividida em unidades privadas separadas de alojamento”, afirmou o relatório da diretora de planejamento Heather Owen.