Notícias » Pandemia

Restaurante dos EUA utiliza manequins para promover o distanciamento social

Patrick O’Connell, proprietário do local, aproveitou o momento para vesti-los com roupas da década de 1940

Nicoli Raveli Publicado em 16/05/2020, às 09h56

Manequins disponibilizados nas mesas do restaurante
Manequins disponibilizados nas mesas do restaurante - Divulgação/The Inn

Devido a pandemia do novo coronavírus, diversos comerciantes têm adotado medidas para que o comércio possa ser reaberto sem ferir o distanciamento social. Para isso, um restaurante de Virgínia, nos Estados Unidos, decidiu – de forma inusitada – testar a utilização de manequins entre uma mesa e outra antes mesmo de abrir as portas.

Além da atitude incomum, o proprietário do The Inn ousou na escolha das vestimentas: os bonecos que representam os seres humanos dispõem de roupas da década de 1940, da época do pós-guerra, e foram representados com vestidos xadrez, ternos listrados e colares de pérolas.

"Quando precisamos resolver o problema do distanciamento social e reduzir à metade a ocupação do nosso restaurante, a solução pareceu óbvia: enchê-lo de manequins vestidos de forma interessante", alegou Patrick O’Connell, chefe e proprietário do local.

De acordocom Patrick, o ambiente criado será próprio para vários cenários fotográficos divertidos a partir do dia 29 de maio, data que o restaurante está previsto para abrir. "Todos estamos ansiosos por nos reunirmos e ver outras pessoas neste momento. Nem todos têm que ser necessariamente pessoais reais", afirmou O'Connell.