Notícias » Arqueologia

Restos de nove neandertais são encontrados em caverna na Itália

"[É] um dos lugares mais significativos do mundo para a história do homem de Neandertal", declarou o Ministério da Cultura em comunicado

Fabio Previdelli Publicado em 10/05/2021, às 10h15

Restos de neandertal encontrado na caverna
Restos de neandertal encontrado na caverna - Divulgação/YouTube/Reuters

No último sábado, 8, o Ministério da Cultura da Itália informou que arqueólogos descobriram, em um sítio pré-histórico de Roma, os restos mortais que pertenceram a nove neandertais. As informações são da agência Reuters e foram repercutidas pelo UOL. 

Dentre os achados, a grande maioria dos restos é datada entre os anos de 50.000 e 68.000 anos atrás. Porém, o outro, o mais velho entre eles, tem uma idade entre 90.000 e 100.000 anos atrás, segundo aponta um comunicado divulgado pelo ministério.  

O local de descanso desses antigos era a Grotta Guattari, uma região repleta de cavernas pré-históricas que fica a 100 metros da costa do Mar Tirreno, em San Felice Circeo, na região do Lácio. O sítio foi encontrado há mais de 80 anos — e é explorado desde então.  

No vídeo abaixo, divulgado pela Reuters, é possível ver partes dos corpos que foram encontrados no local, como ossos e crânios. Além disso, há também os restos de alguns animais, o que inclui o auroque — uma espécie de bovino selvagem que habitou a Europa, sendo extinto em 1627. 

Entretanto, não é o primeiro grande achado realizado no local, afinal, outras descobertas anteriores fazem somar os restos mortais de 11 pessoas diferentes que foram encontradas na Grotta Guattari que, segundo o ministério, é "confirmada como um dos lugares mais significativos do mundo para a história do homem de Neandertal". 

"Eles são todos indivíduos adultos, exceto um que pode ter estado no início da adolescência", completou o líder da escavação Francesco Di Mario em um comunicado divulgado à imprensa.