Notícias » Arqueologia

Restos de soldado do século 16 são encontrados em lago da Lituânia

Além do esqueleto, também foram localizados, nas proximidades, diversos pertences pessoais, o que inclui uma espada, botas de couro bem preservadas e duas facas. Confira as imagens da descoberta!

Fabio Previdelli Publicado em 12/11/2020, às 14h00 - Atualizado às 18h31

Espada e botas de couro pertencentes ao soldado
Espada e botas de couro pertencentes ao soldado - Divulgação

Em uma expedição aquática na encosta do Lago Asveja, no leste da Lituânia, arqueólogos e mergulhadores desenterraram os restos mortais de um soldado. As informações sobre o achado foram divulgadas pela LRT News, um veículo informativo local.  

De acordo com os pesquisadores, os restos mortais foram encontrados sob uma camada de lama e areia a uma profundidade de nove metros. Elena Pranckenaite, arqueóloga da Vilnius University, disse que o soldado foi encontrado durante um exame subaquático nos restos da velha ponte Dubingiai. 

Apesar do lugar não ter sido um cemitério, Pranckenaite disse que a descoberta subaquática foi a primeira e única desse tipo na Lituânia. Além dos restos mortais, também foram encontrados, nas proximidades, diversos pertences pessoais, o que inclui uma espada, botas de couro bem preservadas e duas facas, o que sugerem que os restos mortais pertenceram a um combatente. 

Pesquisadores explorando os restos mortais / Crédito: Divulgação

 

Os pesquisadores estimam que o corpo pode ser datado do século 16. Os antropólogos identificaram, preliminarmente, os restos mortais como sendo de um jovem. A causa da morte, no entanto, não pôde ser determinada. 

Os restos do soldado medieval / Crédito: Divulgação

 

Os restos mortais estão agora a ser examinados na Faculdade de Medicina da Vilnius University e os achados arqueológicos foram enviados para o Museu Nacional da Lituânia para conservação. O fundo do Lago Asveja tem sido explorado, intermitentemente, usando métodos arqueológicos subaquáticos desde 1998.