Notícias » Estados Unidos

Restos mortais de 15 soldados da Guerra Civil Americana são recuperados de cemitério em colapso

Não identificados, os corpos poderão passar por uma análise de DNA e enterrados novamente em um novo local

Isabela Barreiros Publicado em 08/05/2020, às 08h00

Alguns dos restos mortais desenterrados no cemitério em Vicksburg
Alguns dos restos mortais desenterrados no cemitério em Vicksburg - Divulgação

Em fevereiro, parte do cemitério nacional de Vicksburg, no Mississippi, Estados Unidos, entrou em colapso. Uma seção inteira desabou, fazendo com que ao menos 15 sepulturas contendo os restos mortais de soldados que lutaram e morreram na Guerra Civil Americana fossem afetadas.

Agora, arqueólogos começaram a desenterrar esses corpos e separá-los, de maneira que eles não se misturem. Como eles não estão em túmulos identificados, os pesquisadores podem submetê-los a testes de DNA.

"Este é um dos trabalhos mais importantes que fazemos. Esses soldados serviram e morreram por seu país e eles merecem nosso respeito por seu sacrifício”, afirmou a arqueóloga do Centro Arqueológico do Sudeste do Serviço Nacional de Parques (SEAC) envolvida no projeto, Dawn Lawrence.

O superintendente do parque militar nacional de Vicksburg, Bill Justice afirmou que “o colapso da estrada do cemitério em fevereiro criou enormes desafios”. Para ele, “nada é mais importante do que proteger os restos mortais daqueles que morreram a serviço de nosso país”.