Notícias » Segunda Guerra

Restos mortais de pelo menos 500 pessoas, em sua maioria de mulheres e crianças, foram encontrados na Rússia

Acredita-se que o local em questão tenha sido um antigo campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial

Penélope Coelho Publicado em 28/05/2021, às 11h56

Restos mortais encontrados na Rússia
Restos mortais encontrados na Rússia - Divulgação/Mikhail Segodin

De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 28, pelo portal Daily Star, um terreno localizado no sudoeste da Rússia, foi alvo de escavações. Acredita-se que o local em questão servia como um antigo campo de concentração nazista, chamado de Dulag-191, durante a Segunda Guerra Mundial.

Durante as escavações foram descobertos restos mortais de pelo menos 500 pessoas, em 15 valas comuns. De acordo com a reportagem, a maioria das vítimas eram mulheres e crianças.

Cadáver encontrado em vala na Rússia / Crédito: Divulgação/Mikhail Segodin

 

Em um relatório da inteligência soviética datado de 1942, foi relatado a existência de um campo de concentração para mulheres e crianças, localizado justamente na região analisada. 

Os responsáveis pela descoberta dos cadáveres revelaram que os restos mortais foram encontrados com evidências de tortura e ferimentos à bala, além de resquícios de desnutrição e doenças.

Segundo os registros históricos, cerca de 8.500 pessoas morreram no campo de concentração nazista Dulag-191. De acordo com o chefe da busca, Mikhail Segodin, após análises nos restos mortais, concluiu-se que todas as vítimas que foram encontradas nas valas morreram jovens.